Seminário “Responsabilidade Social Empresarial e Conciliação”

   

A AIRV – Associação Empreasrial da Região de Viseu, tem a honra de convidar V. Exa para o Seminário “Responsabilidade Social Empresarial e Conciliação” que decorrerá no dia 22 de março de 2019, com início às 9h30, no Edifício Expobeiras, em Viseu.

A participação é gratuita, sujeita a inscrição através do formulário aqui

Seminário “Responsabilidade Social Empresarial e Conciliação”2019-03-18T16:31:50+00:00

10ª Convenção da RSO PT – Qualificação, Transformação Digital e Sustentabilidade

Os desafios associados à transformação digital da economia, vulgo Indústria 4.0, assim como a transição energética e a mobilidade sustentável, colocam atualmente exigências acrescidas aos sistemas de Educação, de Formação e de Ciência & Tecnologia, bem como às empresas e demais organizações, conferindo relevância acrescida à responsabilidade social. O funcionamento integrado e a penetração na cadeia de valor de uma nova plataforma de tecnologias digitais nas empresas e demais organizações provocam mudanças profundas nas estratégias das organizações, nos modelos de negócio, na logística, entre outros.
A forma, o tempo e modo como se aprende, trabalha, compete e coopera estão sujeitos a mudanças profundas. Requerem qualificações e competências mais elevadas, nomeadamente digitais, mas também a nível dos soft skills, fazendo apelo a parcerias orientadas para a qualificação e o emprego, no âmbito das quais as competências possam ser valorizadas, promovidas e monitorizadas. Porventura, os auxiliares em interação cognitiva, o “machine learning”, o “deep learning” e a inteligência artificial estarão cada vez mais presentes na aprendizagem.

Esta nova plataforma de qualificações e competências afigura-se também decisiva para enfrentar as mudanças associadas à transição energética e à descarbonização das economias, onde a problemática das alterações climáticas e a forma de lhes fazer face, assim como a economia circular constituem elementos centrais deste processo. Um novo mix energético depende de múltiplos fatores, nomeadamente do desenvolvimento da mobilidade elétrica (transportes) que provocará um maior consumo de energia elétrica, e de uma elevada penetração das energias renováveis na produção de eletricidade.

Para Portugal, a dimensão dos desafios justifica um compromisso ético e a nível da responsabilidade social, vinculando as empresas (e demais organizações como as da economia social) e os trabalhadores, assim como os centros de saber (escola, universidades, centros tecnológicos, …) e o governo e as suas instituições autónomas, por via das políticas públicas, que deverão desempenhar um papel catalisador. No centro deste compromisso deverá estar necessariamente um objetivo e um processo de qualificação e emprego e de valorização do capital humano, bem como a estratégia associada à transição energética, aliás, em conformidade com os ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, otimizando recursos, promovendo oportunidades existentes, concretizando sinergias entre as várias partes interessadas.

 

inscreva-se
programa

 

 

10ª Convenção da RSO PT – Qualificação, Transformação Digital e Sustentabilidade2019-01-07T18:11:06+00:00

Adira à Campanha Este Natal Ligue-se a nós!

 

 

 

 

 

 

Fundação LIGA capacita pessoas em situação de vulnerabilidade, nomeadamente com deficiência, promovendo competências, autonomias e qualidade de vida, através da disponibilização de recursos nas áreas da (re)habilitação, formação profissional e emprego, acessibilidade e das artes, contribuindo para o desenvolvimento de uma sociedade mais inclusiva e plural.

(mais…)

Adira à Campanha Este Natal Ligue-se a nós!2019-01-07T18:11:06+00:00

Apoio ao reequipamento de casas reconstruídas, atingidas pelos incêndios de junho e outubro 2017

A Fundação AIP estabeleceu em julho de 2017 um protocolo com a Partagence, a mais reputada ONG francesa na ajuda de pós-urgência, visando o apoio aos sinistrados das regiões fustigadas pelos incêndios de junho e de outubro de 2017. A ajuda de pós-urgência concretiza-se através do fornecimento de peças de mobiliário, produtos de conforto e equipamentos diversos, totalmente novos, a partir do momento em que as casas ardidas estiverem reconstruídas, como aliás, sucede a partir de agora com a reabilitação de casas em número significativo.

Até ao momento já chegaram a Portugal, provenientes de França, 4 semirreboques com equipamentos totalmente novos (1.100 peças de mobiliário, correspondendo a 31 toneladas, armazenados em 3 plataformas logísticas na região centro); foram visitadas cerca de 50 famílias em 3 municípios afetados pelos incêndios; efetuaram-se cerca de vinte distribuições de bens para as famílias cujas casas foram reconstruídas; técnicos especializados da Partagence deslocaram-se 11 vezes a Portugal para preparação e planeamento das operações de distribuição.

Sucede que estas operações de transporte, armazenamento e distribuição dos bens têm custos de logística muito significativos para a Partagence, apesar dos bens a distribuir serem donativos de empresas francesas.

Para minimizar os custos desta operação vimos convidá-lo(a) a título pessoal ou por parte da entidade/empresa que representa, no quadro da filosofia de partilha de valores e da responsabilidade social, a apadrinhar o equipamento de uma ou várias casas reabilitadas. O contributo poderá ser desde €300 por cada casa, como patrocinador solidário; 3 a 5 casas como patrocinador especial; e, 6 ou mais casas como patrocinador de elevado mérito, conforme folheto que se anexa. Ao fazê-lo, a sua empresa/organização (ou individualmente) passará a figurar na lista de patrocinadores da Partagence e da Fundação AIP, bem como poderá ainda ser distinguido(a) na iniciativa anual da Fundação AIP, “Portugal Economia Social” assim como noutros eventos e iniciativas afins.

O seu contributo deverá ser feito através deste link:  https://fundacaoaip.pt/patrocinio-para-de-casas-atingidas-pelos-incendios/ para a conta da Partagence (IBAM: FR76 1027 8060 4500 0209 8930 123 – BIC: CMCIFR2A), sendo-lhe emitido um documento comprovativo do seu patrocínio. Para mais informações poderá consultar o “sítio” da Partagence:  http://partagence.org/index.php/fr/pu-portugal/informations

Esta missão, que tem como ambição apoiar o reequipamento de casas reconstruídas de mais de 400 famílias sinistradas, só será possível com o seu patrocínio (apadrinhamento), para fazer face a despesas de logística associados ao transporte, armazenamento e distribuição de materiais. Contamos consigo!

folheto de apresentação

Apoio ao reequipamento de casas reconstruídas, atingidas pelos incêndios de junho e outubro 20172019-01-07T18:11:07+00:00

CITE – 4ª Edição do Ciclo de Laboratórios de Igualdade

4ª EDIÇÃO DO CICLO DE LABORATÓRIOS DE IGUALDADE 

No dia 23 de outubro, a CITE dará início à 4ª Edição do Ciclo de Laboratórios de Igualdade, com o objetivo de trabalhar a dimensão da igualdade no trabalho e no emprego, combater a segregação das profissões e eliminar as discriminações laborais. (mais…)

CITE – 4ª Edição do Ciclo de Laboratórios de Igualdade2019-01-07T18:11:07+00:00