De 14 a 19 de Maio, a Tektónica estará com empresas portuguesas na EXPOCONSTRUCCIÓN Y EXPODISEÑO em Bogotá, Colômbia

Boletim de inscrição aqui!

A Fundação AIP volta a marcar presença com a organização da Tektónica na 14ª edição da EXPOCONSTRUCCIÓN Y EXPODISEÑO, em Bogotá, na Colômbia, de 14 a 19 de Maio.

Esta é a 14ª edição desta feira que consolida e promove o desenvolvimento e crescimento do Sector da Construção (Arquitectura, Infraestruturas, Materiais de Acabamento, Energia e Climatização, Ferramentas, Maquinaria e Equipamentos, Automatismos, Segurança e Design de Interiores).

Na última edição, a EXPOCONSTRUCCIÓN Y EXPODISEÑO contou com cerca de 600 expositores directos provenientes de 23 países, 25.000 m2 de área exposicional e quase 61.000 visitantes. Tal como nas edições anteriores, o Pavilhão de Portugal ficará situado na entrada do Pavilhão 1.

➡ Porquê procurar investimento no mercado da Colômbia?

A Colômbia prepara-se para ser a segunda maior economia do continente sul americano, saltando do sexto para o terceiro lugar ao nível do PIB.

Os incentivos do Estado fizeram com que a construção se tornasse no sector mais dinâmico da economia.

A Colômbia tem 48 milhões de habitantes, sendo que 55% da população jovem tem menos de 30 anos. É um dos países da actualidade com maior taxa de crescimento e com um significativo aumento de consumo e poder de compra. A Colômbia é o 3º país mais populoso da América Latina e estima-se que, em 2020, a população colombiana se aproxima dos 51 milhões.

Nos últimos anos, tem-se verificado no país um aumento considerável na segurança pública, torna-o um país seguro no que toca ao investimento.

Espaço de networking e troca de contactos por excelência, esta feira é a oportunidade ideal para realizar contactos qualificados entre expositores, buyers e visitantes.

As empresas interessadas em participar no Pavilhão de Portugal da EXPOCONSTRUCCIÓN Y EXPODISEÑO deverão preencher o boletim de inscrição e envia-lo até dia 14 de Fevereiro para teresa.gouveia@ccl.fil.pt ou jose.cardoso@ccl.fil.pt.

Esta acção insere-se no Projecto Conjunto PT2020 nº26537, pelo que as PME consideradas elegíveis serão reembolsadas aquando do encerramento do projecto em cerca de 50% dos custos elegíveis desta iniciativa.

As PME da região de Lisboa serão alvo de cofinanciamento em cerca de 40% dos custos elegíveis.

2019-02-11T14:57:57+00:00